JOÃO DE DEUS RAMOS Nasceu em Lisboa em 1942; Instituto Superior de Ciências Económicas e Financeiras, 1959-61; Licenciado em Direito, pela Universidade Clássica de Lisboa, em 1967; Concurso de admissão ao Ministério dos Negócios Estrangeiros, em 1967; Secretário de Embaixada, Tokyo, 1972-75; Abertura do Consulado-Geral de Portugal em Genebra, Cônsul-Geral, Genebra, 1975-79; Abertura da Embaixada de Portugal em Pequim, como Encarregado de Negócios com Cartas de Gabinete, 1979; Conselheiro de Embaixada, Pequim, 1979-81; Auditor do Colégio de Defesa da NATO, Roma, 1981-82; Conselheiro de Embaixada, Maputo, 1983-86; Membro da delegação portuguesa às negociações para a Declaração Conjunta sobre Macau, 1986-87; Chefe de Gabinete do Secretário de Estado da Emigração, 1987-88; Abertura da Base Principal do Grupo de Ligação e do Grupo de Terras luso-chineses em Macau; Chefe da Base Principal, 1988-90; Secretário-Adjunto para os Assuntos de Transição do Governo de Macau, 1990-91; Embaixador de Portugal no Paquistão, 1991-93; Governador por Portugal, na ASEF (Asia-Europe Foundation), 2001-2002; Administrador da Fundação Oriente, 1993-2008; Vogal do Conselho de Curadores da Fundação Oriente, 2010-; Prémio Universidade de Coimbra, 2013. Académico Efectivo da Academia de Marinha; Académico Correspondente da Academia Internacional de Cultura Portuguesa; Foi Académico de Número (cadeira n.º 29) da Academia Portuguesa da História; Foi o primeiro membro português da Associação Europeia de Estudos Chineses. Vice-Presidente da Academia de Marinha; Vice-Presidente da Assembleia Geral da Associação Portuguesa do Colégio de Defesa da NATO. 2006-2011 – Convidado a leccionar na Licenciatura de estudos chineses e japoneses da Universidade do Minho, em Braga; 2008-2011 – Convidado a leccionar no Mestrado de estudos chineses na Universidade de Aveiro. É autor de: O Padre António de Magalhães, S.J., e a Embaixada de Kangxi a D. João V (1721-1725), Instituto Cultural de Macau, Macau, 1991; Estudos Luso-Orientais, Academia Portuguesa da História, Lisboa, 1996; Portugal e a Ásia Oriental, Fundação Oriente, 2012; e de algumas dezenas de artigos sobre a Ásia e as relações luso-asiáticas.JOÃO DE DEUS RAMOS Nasceu em Lisboa em 1942; Instituto Superior de Ciências Económicas e Financeiras, 1959-61; Licenciado em Direito, pela Universidade Clássica de Lisboa, em 1967; Concurso de admissão ao Ministério dos Negócios Estrangeiros, em 1967; Secretário de Embaixada, Tokyo, 1972-75; Abertura do Consulado-Geral de Portugal em Genebra, Cônsul-Geral, Genebra, 1975-79; Abertura da Embaixada de Portugal em Pequim, como Encarregado de Negócios com Cartas de Gabinete, 1979; Conselheiro de Embaixada, Pequim, 1979-81; Auditor do Colégio de Defesa da NATO, Roma, 1981-82; Conselheiro de Embaixada, Maputo, 1983-86; Membro da delegação portuguesa às negociações para a Declaração Conjunta sobre Macau, 1986-87; Chefe de Gabinete do Secretário de Estado da Emigração, 1987-88; Abertura da Base Principal do Grupo de Ligação e do Grupo de Terras luso-chineses em Macau; Chefe da Base Principal, 1988-90; Secretário-Adjunto para os Assuntos de Transição do Governo de Macau, 1990-91; Embaixador de Portugal no Paquistão, 1991-93; Governador por Portugal, na ASEF (Asia-Europe Foundation), 2001-2002; Administrador da Fundação Oriente, 1993-2008; Vogal do Conselho de Curadores da Fundação Oriente, 2010-; Prémio Universidade de Coimbra, 2013. Académico Efectivo da Academia de Marinha; Académico Correspondente da Academia Internacional de Cultura Portuguesa; Foi Académico de Número (cadeira n.º 29) da Academia Portuguesa da História; Foi o primeiro membro português da Associação Europeia de Estudos Chineses. Vice-Presidente da Academia de Marinha; Vice-Presidente da Assembleia Geral da Associação Portuguesa do Colégio de Defesa da NATO. 2006-2011 – Convidado a leccionar na Licenciatura de estudos chineses e japoneses da Universidade do Minho, em Braga; 2008-2011 – Convidado a leccionar no Mestrado de estudos chineses na Universidade de Aveiro. É autor de: O Padre António de Magalhães, S.J., e a Embaixada de Kangxi a D. João V (1721-1725), Instituto Cultural de Macau, Macau, 1991; Estudos Luso-Orientais, Academia Portuguesa da História, Lisboa, 1996; Portugal e a Ásia Oriental, Fundação Oriente, 2012; e de algumas dezenas de artigos sobre a Ásia e as relações luso-asiáticas.JOÃO DE DEUS RAMOS Nasceu em Lisboa em 1942; Instituto Superior de Ciências Económicas e Financeiras, 1959-61; Licenciado em Direito, pela Universidade Clássica de Lisboa, em 1967; Concurso de admissão ao Ministério dos Negócios Estrangeiros, em 1967; Secretário de Embaixada, Tokyo, 1972-75; Abertura do Consulado-Geral de Portugal em Genebra, Cônsul-Geral, Genebra, 1975-79; Abertura da Embaixada de Portugal em Pequim, como Encarregado de Negócios com Cartas de Gabinete, 1979; Conselheiro de Embaixada, Pequim, 1979-81; Auditor do Colégio de Defesa da NATO, Roma, 1981-82; Conselheiro de Embaixada, Maputo, 1983-86; Membro da delegação portuguesa às negociações para a Declaração Conjunta sobre Macau, 1986-87; Chefe de Gabinete do Secretário de Estado da Emigração, 1987-88; Abertura da Base Principal do Grupo de Ligação e do Grupo de Terras luso-chineses em Macau; Chefe da Base Principal, 1988-90; Secretário-Adjunto para os Assuntos de Transição do Governo de Macau, 1990-91; Embaixador de Portugal no Paquistão, 1991-93; Governador por Portugal, na ASEF (Asia-Europe Foundation), 2001-2002; Administrador da Fundação Oriente, 1993-2008; Vogal do Conselho de Curadores da Fundação Oriente, 2010-; Prémio Universidade de Coimbra, 2013. Académico Efectivo da Academia de Marinha; Académico Correspondente da Academia Internacional de Cultura Portuguesa; Foi Académico de Número (cadeira n.º 29) da Academia Portuguesa da História; Foi o primeiro membro português da Associação Europeia de Estudos Chineses. Vice-Presidente da Academia de Marinha; Vice-Presidente da Assembleia Geral da Associação Portuguesa do Colégio de Defesa da NATO. 2006-2011 – Convidado a leccionar na Licenciatura de estudos chineses e japoneses da Universidade do Minho, em Braga; 2008-2011 – Convidado a leccionar no Mestrado de estudos chineses na Universidade de Aveiro. É autor de: O Padre António de Magalhães, S.J., e a Embaixada de Kangxi a D. João V (1721-1725), Instituto Cultural de Macau, Macau, 1991; Estudos Luso-Orientais, Academia Portuguesa da História, Lisboa, 1996; Portugal e a Ásia Oriental, Fundação Oriente, 2012; e de algumas dezenas de artigos sobre a Ásia e as relações luso-asiáticas.

Apenas um resultado

Filtrar por preço

Arte

Arquitetura e Património

Ciências Sociais e Humanas

Economia e Gestão

Ensino e Educação

História

ORO

Literatura

Desenv. Pessoal e Espiritual

 
Follow Us

Contactos

Rua de Estrasburgo,26 r/c Dto.
2605-756 Casal de Cambra, Portugal

Tel: (351) 21 981 79 60

Fax: (351) 21 981 79 55

 
 
Termos & Condições
 
Submeter Obras
   
© Copyright Caleidoscópio 2018. All rights reserved.