Planeamento Cultural Urbano em Áreas Metropolitanas: Revitalização dos espaços pós-suburbanos

Preço normal €19,61

Imposto incluído.

Autor: Carlos Almeida Marques
Edição/reimpressão: 2019
Formato: 170x240x19mm
Páginas: 368
Tipo capa: Capa mole 
Editor: Caleidoscópio
ISBN: 9789896585860

DOI: https://doi.org/10.30618/978-989-658-586-0


Sinopse


O planeamento cultural urbano é um processo estratégico holístico, consubstanciado na dimensão material e imaterial da cultura das pessoas e das comunidades locais, que reflete os atributos da identidade, história e sentido do lugar, refocando o desenvolvimento urbano através da sinergia entre o conteúdo cultural das cidades e o seu ambiente construído.
As questões relacionadas com a cultura têm estado muito limitadas ao trabalho de preservação e/ou manutenção museológica do património construído nos antigos e clássicos centros urbanos.
O conceito de pós-suburbano, embora não esteja ainda estabilizado do ponto de vista teórico ou técnico, pode ser entendido através da ideia defendida por Bruce Bégout como um espaço urbano que excede a cidade central e que não pode continuar a ser visto como uma simples extensão periférica que a cinta por todo o lado e se estende à sua volta.
Neste contexto, o vocábulo cidade adquire um significado ambíguo: dever-se-á manter para designar toda a aglomeração urbana, ou somente o seu núcleo central?
Pode o planeamento cultural urbano ser entendido como instrumento da política de ordenamento do território e do urbanismo, ao lado de outras figuras do planeamento urbano, que toma a cultura como referência para uma estratégia de formação da identidade do território e das comunidades urbanas?
Estas são questões que se colocam neste livro, a partir das quais se dirige uma investigação científica vocacionada para a qualificação dos espaços das áreas metropolitanas e pós-suburbanas.