Arte e Igreja em Portugal História e Protagonistas de Diálogos Recentes
Caleidoscópio

Arte e Igreja em Portugal História e Protagonistas de Diálogos Recentes

Preço normal €20,99 Preço de saldo €23,32 Preço unitário por
Imposto incluído. Envio calculado na finalização da compra.

Coordenadores: Maria João Neto; João Alves da Cunha
Edição/reimpressão: 11/2021
Formato: 170x240x12mm
Páginas: 204
Tipo capa: Capa Brochada
Editor: Caleidoscópio
ISBN: 9789896587192

 DOI: http://doi.org/10.30618/9789896587192

Sinopse

Se até ao século XIX, a Arte sempre tivera um espaço privilegiado no seio da Igreja Católica, grande mecenas de artistas e programas arrojados, muitas dúvidas e receios ameaçaram, a partir das primeiras décadas de Novecentos, essa relação intemporal. Foi, contudo, em fidelidade com esse diálogo antigo e profícuo, que artistas e religiosos se juntaram, confiantes na sua renovação, combatendo preconceitos e falsas tradições. Portugal acompanho esse caminho e, em 1953, formalizava-se a criação do Movimento de Renovação da Arte Religiosa (MRAR). 

Alguns anos depois, em 1959, o cardeal Cerejeira escrevia no prefácio do livro do padre Manuel Mendes Atanásio intitulado Arte Moderna e Arte da Igreja: “vem em boa hora (…) visa não a polémica mas a utilidade prática, constitui um breviário dos problemas e soluções postos pelas novas igrejas, para os artistas e para o clero”. 

Este livro, publicado 60 anos após a publicação de Arte Moderna e Arte da Igreja e 50 anos após o ocaso do MRAR, procura homenagear aqueles intervenientes, contando com novas histórias e protagonistas de diálogos mais recentes.