O Edifício Fabril em Betão Armado: Dos E.U.A. aos modelos europeus de modernidade – a consolidação de uma prática
Caleidoscópio

O Edifício Fabril em Betão Armado: Dos E.U.A. aos modelos europeus de modernidade – a consolidação de uma prática

Preço normal €17,17 Preço de saldo €19,08 Preço unitário por
Imposto incluído. Envio calculado na finalização da compra.

Autor: Pedro Ravara 
Edição/reimpressão: 2016
Formato: 167x239x23mm
Páginas: 416
Tipo capa: Capa Brochado 
Editor: Caleidoscópio
ISBN: 9789896583712

 

Sinopse

Ao visitar uma obra cujo tempo útil já foi ultrapassado, assaltam-nos perspectivas do que foram e expectativas do que poderiam ser essas ruínas arquitectónicas. Louis I.
Kahn dizia-nos que a arquitectura só era revelada em toda a sua plenitude quando os edifícios se esvaziavam da sua função e se tornavam ruínas. Sobre as ruínas, sobre a imaginação dos tempos idos da 2.ª revolução industrial, visitei e galguei complexos fabris imensos, verdadeiros contentores de espaços fantásticos, contentores de actividades imaginadas e contadas pela história, ainda recente, da arquitectura moderna ou, neste caso, pró-moderna.
Esta condição piranesiana da construção humana concebe a qualidade espacial, onde aparentemente existem, só e apenas, restos físicos de tempos heróicos dos primórdios da revolução industrial.
Contentores de actividades específicas ou contentores abertos e flexíveis a programas e, como tal, atividades, diversas?
Afinal, se estas obras influenciaram e contribuíram para uma prática profissional mais suportada em aspectos técnicos, incluindo os engenheiros das especialidades, obedecendo a orçamentos e prazos e sendo moldadas por questões pragmáticas e operativas, como é que os construtores modernos, nomeadamente os arquitectos modernos, absorveram e tornaram nalguns casos seus, estes "mandamentos", onde o programa, a estrutura e a economia eram parâmetros obrigatórios? Ainda hoje o são...